featured file

A democracia e a ignorância

2 de Jan de 2014

A frase de Isaac Asimov que consta nesta imagem continua particularmente relevante. Com efeito, hoje em dia existe uma triste falácia, disseminada em nossa sociedade, de que ser “democrático” é uma virtude que se aplica a todos os campos da experiência humana. Não é assim: a democracia é um bom sistema político, mas isso não implica que as mesmas características que dão a sua força neste campo sejam também virtudes em outros campos — da ciência à vida em sociedade, por exemplo. “Todos são iguais perante a lei” não pode ser interpretado como “Todos são iguais” — porque isso é manifestamente contrafactual. A isonomia legal, uma grande conquista de nossa sociedade, não pode servir como base para um igualitarismo rasteiro.

Somente assinantes podem enviar comentários.

Assine agora!

Já tem uma assinatura? Entre!

LC, o Quartelmestre

Também conhecido como Luiz Cláudio Silveira Duarte. Escritor, poeta, pesquisador, jogador, polímata, filômata... está bom para começar.