Tez

31 de Jul de 2021

Pele beijada pelo Sol. Assombra, encanta, atrai. Pulsos e frêmitos levados pelos vasos. O olhar se perde e vagueia, presa; mas é esta perda de orientação que norteia o coração e lhe aponta o rumo. Sigo o caminho, sorvendo olhos e olhares.

Macia, dourada
Toco, aperto, inebriado
Lembro o amanhã

Somente assinantes podem enviar comentários.

Assine agora!

Já tem uma assinatura? Entre!

LC, o Quartelmestre

Também conhecido como Luiz Cláudio Silveira Duarte. Escritor, poeta, pesquisador, jogador, polímata, filômata... está bom para começar.