featured file

De costas para o nascente

24 de Mar de 2022

Quase sempre, quando saio a caminhar pela praia, oriento meus primeiros passos para a direção do nascente. Vou sorvendo as luzes e os ares da alvorada marinha. Muitas vezes, paro, fotografo, filmo, mando mensagens para pessoas queridas, querendo compartilhar um pouco da maravilha onde mergulho.

Quando volto, tenho o Sol atrás de mim e minha sombra à frente. Repiso minhas pegadas e sinto uma curiosa inversão: como se somente então estivesse deixando minha casa para trás e rumando a outro lugar. Os passos não me pesam, mas o espírito leva um pouco da maravilha de hoje, semente de saudade.

Viro-me, caminho
Piso minha sombra, deixo
Meu lar para trás

Somente assinantes podem enviar comentários.

Assine agora!

Já tem uma assinatura? Entre!

LC, o Quartelmestre

Também conhecido como Luiz Cláudio Silveira Duarte. Escritor, poeta, pesquisador, jogador, polímata, filômata... está bom para começar.