featured image
Fichas de ônibus antigas do Rio de Janeiro.

Minhas primeiras fichas de jogos

Reaproveitando as antigas fichas dos ônibus do Rio de Janeiro.

31 de Jul de 2022

Nasci no Rio de Janeiro, mas passei lá pouco tempo de minha vida. Não importa; a velha capital estava sempre presente em nossa família, e lembro com muito carinho as várias férias e fins de semana que passei na casa dos meus avós, na Tijuca. Além disso, meu querido avô Luís sempre me mandava presentes: quase sempre livros, que comprava na livraria Leonardo da Vinci, ou que colecionava nas bancas de jornais.

Um dos presentes mais singelos que ele me trazia eram as fichas dos ônibus que pegava em seu dia-a-dia.

As companhias de ônibus usavam estas fichas para indicar os percursos que os passageiros compravam. Nas rotas mais longas. cores diferentes indicavam diferentes trechos do percurso. Em tese, os passageiros deviam depositar as fichas em um vidro, ao lado do motorista, na hora de descer. Mas muitos esqueciam – e, ao que parece, vovô era um destes.

O fato é que ele tinha uma grande quantidade de fichas em casa, de cores muito variadas. Uma ocasião em que o visitei, pedi-lhe as fichas, e desde então ele passou a guardá-las para mim. Lembro de ter uma ou duas latas cheias com elas.

Foram minhas primeiras fichas para dinheiro em jogos – o que geralmente chamaríamos de “fichas de pôquer”.

Claro, era um uso improvisado. As cores não eram uniformes, e eu lembro de fazer muitas tabelas indicando as cores e os valores correspondentes.

Não sei o que houve com elas. Hoje, em minhas partida, uso fichas semiprofissionais, que encomendei com o brasão da Confraria Lúdica, e que Marcelo me trouxe dos EUA. O fato é que fichas são muito convenientes em jogos que têm muitas transações monetárias, como os da série 18xx.

Somente assinantes podem enviar comentários.

Assine agora!

Já tem uma assinatura? Entre!

LC, o Quartelmestre

Também conhecido como Luiz Cláudio Silveira Duarte. Escritor, poeta, pesquisador, jogador, polímata, filômata... está bom para começar.