Sobre fogos

28 de Ago de 2022

Quando olhamos para nossos antecessores, identificamos no uso do fogo um momento definidor, a evidência de uma das grandes tecnologias de nossa espécie. Luz e calor ao nosso alcance: para criar e destruir, para aquecer e consumir. O fogo é um elemento cultural fundamental; até muito recentemente em nossa história, o local do fogo – a lareira, o fogão – era o foco de uma casa, o seu elemento definidor.

Existem pessoas que trazem, em si, o fogo que ilumina. Chegam a um local escuro e o iluminam; deixam à luz algumas coisas, ao mesmo tempo que criam sombras que escondem outras. Muitas vezes, também trazem o fogo que acolhe e aquece. São pessoas preciosas, as lareiras que criam e definem uma casa.

Algumas vezes, estas pessoas conseguem algo ainda mais precioso, quando prendem fogo a uma lareira apagada.

Somente assinantes podem enviar comentários.

Assine agora!

Já tem uma assinatura? Entre!

LC, o Quartelmestre

Também conhecido como Luiz Cláudio Silveira Duarte. Escritor, poeta, pesquisador, jogador, polímata, filômata... está bom para começar.