Os silêncios

6 de Mar de 2023

Há silêncios mudos
Fechados em si
Guardam
Calam

Há outros que sofrem
Uma dor oculta
Esperam
Choram

Alguns são forjados
Em ferro cruel
Cortam
Ferem

Silêncios qu’esquecem
Quem antes falava
Deixam
Perdem

Ou então acolhem
Não cobram, abraçam
Sentem
Tocam

São muitos silêncios
Têm muito a dizer
P’ra quem sabe ouvir

Me guardo calado
Sonhando, sentindo
Lembrando, sorrindo
Pois este é o silêncio
Que grita o amor

Somente assinantes podem enviar comentários.

Assine agora!

Já tem uma assinatura? Entre!

LC, o Quartelmestre

Também conhecido como Luiz Cláudio Silveira Duarte. Escritor, poeta, pesquisador, jogador, polímata, filômata... está bom para começar.