Não quero o amanhã

24 de Abr de 2023

são tantas perguntas
não tenho respostas
só tenho presságios
pressinto e sinto
não quero o amanhã
mas quero desejo
que hoje me falta
me pego e rebelo
meu mundo não cabe
em mim já não serve
cresci sem notar
então não perguntem
que faço amanhã
o agora me ocupa
me deixa insone
só quero o abraço
que acolhe silente
o beijo que cala
o grito da mente

Somente assinantes podem enviar comentários.

Assine agora!

Já tem uma assinatura? Entre!

LC, o Quartelmestre

Também conhecido como Luiz Cláudio Silveira Duarte. Escritor, poeta, pesquisador, jogador, polímata, filômata... está bom para começar.