Esperando

poesia 25 de Abr de 2023

Espero a bela
Falamos segredos
Guardamos desejos
De sonhos e beijos
De gozos e seios
Carinhos, carícias
Lambidas e toques
Suaves ou fortes

Espero a bela
Virá a sorrir?
Olhos a luzir?
Meneios gentis
Discretos, sutis
Prometem porvir

Espero a bela
O tempo é dela
A paixão é minha
Mas quero acender
O seu coração
Quero despertar
Todo seu tesão
Fazê-la dormir
Com sonhos febris
Lembrando de mim

Palavras-chave

LC, o Quartelmestre

Também conhecido como Luiz Cláudio Silveira Duarte. Escritor, poeta, pesquisador, jogador, polímata, filômata... está bom para começar.