Contraste

Doçura e amargura em um sonho.

1 de Dez de 2023

eu vejo você
com olhos da mente
deitado ao seu lado
um leve sorriso
brincando nos lábios
os seios arfando
um pouco suados
a luz em seus olhos
envolve em carinho
que sorte foi esta?
a deusa Fortuna
sorriu-me de novo
juntou-se a Vênus
e pôs a sereia
na cama onde deito
e sonho com ela
eu provei o mar
lambi o salgar
em meio à doçura
que fui penetrar
agora descanso
ainda encantado
mas amargurado
o doce encontro
ainda é sonho
só imaginado

Somente assinantes podem enviar comentários.

Assine agora!

Já tem uma assinatura? Entre!

LC, o Quartelmestre

Também conhecido como Luiz Cláudio Silveira Duarte. Escritor, poeta, pesquisador, jogador, polímata, filômata... está bom para começar.