Coolidge

Invertendo o sexismo associado a um efeito biológico.

20 de Dez de 2023

Em biologia, estuda-se o efeito Coolidge. O nome do efeito vem de uma piada sobre Calvin Coolidge, presidente dos EUA (1926-1929):

O presidente e a primeira-dama foram a uma fazenda experimental, na qual foram ciceroneados separadamente pelos técnicos. Quando a sra. Coolidge visitou o galinheiro, notou um galo que copulava alegremente com uma galinha. Ela perguntou ao técnico se aquilo era costumeiro, e ouviu a resposta ‘Sim, senhora, ele faz isso muitas vezes por dia’. Ela, então, disse ao técnico ‘Por favor, diga isso ao meu marido.’
Pouco depois, foi a vez do presidente visitar o galinheiro. Lá, ele também notou o galo e sua animação, e também perguntou se aquilo era costumeiro. O técnico respondeu ‘Sim, senhor, ele faz isso muitas vezes por dia’. O presidente perguntou ‘Sempre com a mesma galinha?’ e ouviu em resposta ‘Ah, não, cada vez com uma galinha diferente’. Ele, então, disse ao técnico ‘Por favor, diga isso à minha esposa.’

Muito bem… Em termos mais formais, o efeito Coolidge descreve um comportamento, observado em muitas espécies, no qual um indivíduo macho demonstra excitação sexual renovada na presença de uma nova fêmea, mesmo depois do sexo com parceiras que já conhecia.

Nenhuma surpresa: isso é muito usado como “explicação” de porque os homens são mais galinhas que as mulheres, ou mesmo como “justificação” de porque os homens têm que ser mais galinhas que as mulheres.

Você pode apoiar meu trabalho, com uma assinatura gratuita ou paga

Subscribe now!

Are you a subscriber? Sign in!

Só que este efeito também é observado em mulheres (e também em fêmeas de outras espécies)! E, para variar, há muito menos estudos deste efeito em mulheres do que em homens…

Bom, não sou nem biólogo, nem sociobiólogo; mas sou gozador… Então, como uma contribuição aos estudos do Efeito Coolidge feminino, concebi uma versão mais divertida da piada original.

O presidente e a primeira-dama foram a uma fazenda experimental, na qual foram ciceroneados separadamente pelos técnicos. Quando o presidente visitou o galinheiro, notou que havia muitos galos e galinhas juntos, e quase todos os galos estavam copulando alegremente com galinhas. Ele perguntou ao técnico se aquilo era costumeiro, e ouviu a resposta ‘Sim, senhor, estamos fazendo uma experiência para manter vários galos e galinhas juntos. São galos selecionados para não se atacarem. Eles ficam excitados e copulam muitas vezes por dia.’ Ele, então, disse ao técnico ‘Por favor, diga isso à minha esposa.’
Pouco depois, foi a vez da primeira-dama visitar o galinheiro. Lá, ela também notou a animação galinácea, e também perguntou se aquilo era costumeiro. Recebendo a mesma explicação, perguntou se as galinhas sempre copulavam com os mesmos galos, e ouviu em resposta ‘Não, senhora, cada vez com um galo diferente.’ Ela, então, disse ao técnico ‘Por favor, diga isso ao meu marido.’

Somente assinantes podem enviar comentários.

Assine agora!

Já tem uma assinatura? Entre!

LC, o Quartelmestre

Também conhecido como Luiz Cláudio Silveira Duarte. Escritor, poeta, pesquisador, jogador, polímata, filômata... está bom para começar.