A ninfa e seu véu

Em meio à mata, um encontro inesperado.

https://quartelmestre.com/poesia/a-ninfa-e-seu-veu/

    A ninfa singela
    Com águas vestida
    Marcou esta alma
    Que andava perdida
    Serena e calma
    Tão úmida, bela

    Sou afortunado
    Andando na mata
    Tornei-me a presa
    Na fria cascata
    Por rara beleza
    Fui abençoado


2024 Luiz Cláudio Silveira Duarte https://quartelmestre.com
O conteúdo destas páginas pode ser utilizado conforme os termos da licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.