Beijo roubado

Roubando um beijo, esqueço do mundo.

https://quartelmestre.com/poesia/beijo-roubado/

    Que houve depois
    Do primeiro beijo?
    A chuva acabada
    Fazia a Lua
    Brilhar prateada
    No céu e na areia
    A praia vazia
    Ainda molhada
    Me deu o ensejo
    Contive o desejo
    De tê-la em meus braços
    Apenas furtei
    O lindo sorriso
    Os olhos surpresos
    Mas logo acesos
    Tornaram-se mar
    E eu mergulhei
    Sem vê-los fechar
    Agora não sei
    O que se passou
    Mas sei que estou
    Onde quero estar


2024 Luiz Cláudio Silveira Duarte https://quartelmestre.com
O conteúdo destas páginas pode ser utilizado conforme os termos da licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.