Dedicatória

https://quartelmestre.com/poesia/dedicatoria/

Usei este poema como prefácio para o livro Homo regulans.

    Acordado, sonho toques
    Ou sorrisos e olhares
    Há carinhos e amores
    Entre carícias e beijos
    Alguns, memórias que vão
    Outros são silentes dores.

    Quantas marcas pode ter
    Uma alma apaixonada
    Coração a aprender?

    Não me peçam um contar
    Tenho mais o que fazer
    Ocupado em amar.


2024 Luiz Cláudio Silveira Duarte https://quartelmestre.com
O conteúdo destas páginas pode ser utilizado conforme os termos da licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.