Dedos

A magia dos dedos dos amantes.

https://quartelmestre.com/poesia/dedos/

    Nos dedos me perco
    Exploram meu corpo
    São chaves que abrem
    Despertam a alma
    Impura, desnuda
    Ardente, tesuda


2024 Luiz Cláudio Silveira Duarte https://quartelmestre.com
O conteúdo destas páginas pode ser utilizado conforme os termos da licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.