É grave, doutor?

https://quartelmestre.com/poesia/e-grave-doutor/

    Sou doente de amor
    Sinto falta do calor
    Que me causa seu olhar
    Tenho sede do sabor
    (Inda não pude provar)
    Noite ou dia, falta a luz
    Dos seus olhos a brilhar

    São sintomas de amor
    Mas não são marcas de dor
    Não há nada que curar
    Eu receito mais amar

“There is no remedy for love but to love more.” – Henry David Thoreau.



2024 Luiz Cláudio Silveira Duarte https://quartelmestre.com
O conteúdo destas páginas pode ser utilizado conforme os termos da licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.