Insano

Louco de paixão.

https://quartelmestre.com/poesia/insano/

    eu lembro você
    vestindo seu riso
    deleite nos olhos
    arquejo nos lábios
    rubor de desejo
    sabor de tesão
    e me apertando
    enquanto penetro
    bem louco, tarado
    jamais saciado
    sempre apaixonado


2024 Luiz Cláudio Silveira Duarte https://quartelmestre.com
O conteúdo destas páginas pode ser utilizado conforme os termos da licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.