Um brinde

Brindo aos que vivem em mim.

https://quartelmestre.com/poesia/um-brinde/

    ergo minha taça
    em votos silentes
    pois quando sozinho
    nem mesmo o vinho
    mantém sua graça

    amigos ausentes
    mas sempre presentes

    pessoas queridas
    que curam feridas

    amores ardentes
    às vezes cadentes

    a quem me ensinou
    (talvez nem notou)

    pois tudo que sou
    e levo comigo
    vem destas pessoas
    com elas eu sigo


2024 Luiz Cláudio Silveira Duarte https://quartelmestre.com
O conteúdo destas páginas pode ser utilizado conforme os termos da licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.