Esperando

https://quartelmestre.com/poesia/esperando/

    Espero a bela
    Falamos segredos
    Guardamos desejos
    De sonhos e beijos
    De gozos e seios
    Carinhos, carícias
    Lambidas e toques
    Suaves ou fortes

    Espero a bela
    Virá a sorrir?
    Olhos a luzir?
    Meneios gentis
    Discretos, sutis
    Prometem porvir

    Espero a bela
    O tempo é dela
    A paixão é minha
    Mas quero acender
    O seu coração
    Quero despertar
    Todo seu tesão
    Fazê-la dormir
    Com sonhos febris
    Lembrando de mim


2024 Luiz Cláudio Silveira Duarte https://quartelmestre.com
O conteúdo destas páginas pode ser utilizado conforme os termos da licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.