Nefele

Tomando a nuvem por Juno.

https://quartelmestre.com/poesia/nefele/

    que mostram meus versos?
    são sonhos, anseios
    delírios perversos
    memórias de seios
    desejos dispersos

    eu lembro o que tive
    desejo o que falta
    se eu me contive
    volúpia me assalta
    luxúria mantive

    adeuses, saudades
    olhares, sorrisos
    amores, maldades
    enganos, juízos
    silêncios, verdades
    amigos, avisos

    quimeras me nutrem
    deitado no leito
    eu crio a nuvem
    e a trago ao peito

    eu sofro? talvez
    mas mais sofreria
    perdido de vez
    sem a poesia


2024 Luiz Cláudio Silveira Duarte https://quartelmestre.com
O conteúdo destas páginas pode ser utilizado conforme os termos da licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.