Raízes

https://quartelmestre.com/poesia/raizes/

    Raízes, não tenho.
    Frutifico, cresço sempre.
    Flor, lábios, rubor.

Mais uma vez, estou me desenraizando e me reinventando. Meu desafio continua a ser o de encontrar o equilíbrio entre romantismo e pragmatismo.



2024 Luiz Cláudio Silveira Duarte https://quartelmestre.com
O conteúdo destas páginas pode ser utilizado conforme os termos da licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.