Entre estrelas

Não há um depois; há o agora.

https://quartelmestre.com/poesia/entre-estrelas/

    depois do amor
    deitados no leito
    que é nosso céu
    trocamos palavras
    carinhos e risos
    o mundo é nosso
    em meio às estrelas
    -- mas me enganei
    não é um depois:
    falando, brincando
    sorrindo, olhando
    ouvindo, sentindo
    estamos amando


2024 Luiz Cláudio Silveira Duarte https://quartelmestre.com
O conteúdo destas páginas pode ser utilizado conforme os termos da licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.