Narciso

O que vejo em seus olhos fala mais sobre mim do que sobre ela.

https://quartelmestre.com/poesia/narciso/

    os olhos da bela
    são minha janela
    por eles eu vejo
    a luz da estrela
    que brilha na alma
    aquece e ilumina
    inflama e acalma

    são águas sem fim
    que quero explorar
    nadar, mergulhar
    beber e beijar

    também são espelho
    pois eu sou Narciso
    perdido em desejo
    sem tino e sem siso


2024 Luiz Cláudio Silveira Duarte https://quartelmestre.com
O conteúdo destas páginas pode ser utilizado conforme os termos da licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.