O que guardo dela?

https://quartelmestre.com/poesia/o-que-guardo-dela/

    O que guardo dela?
    Que levo comigo?

    Não guardo o toque
    E sim o anseio
    Febril e contido
    Da pele que espera
    O dedo da bela

    Não guardo sorriso
    Pois tenho na mente
    O brilho dos olhos
    Que mostram a alma
    Por clara janela

    Não guardo seus beijos
    Ainda que castos
    Nem guardo suas dores
    Ou mesmo amores
    São todos só dela

    Eu guardo o que vejo
    Com olhos fechados
    Passeios na areia
    Cabelos molhados
    Moldura de afeto
    Os ares salgados
    Temperam seu cheiro
    Inteira, completa
    Meu sonho é ela.


2024 Luiz Cláudio Silveira Duarte https://quartelmestre.com
O conteúdo destas páginas pode ser utilizado conforme os termos da licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.